Doodle do dia homenageia Victor Hugo

Há títulos maltraduzidos que fazem sucesso: O Corcunda de Notre Dame é um romance que nunca foi escrito por Victor Hugo

Por José Augusto Carvalho* | Foto: Wikimedia Commons/Étienne Carjat | Adaptação web Caroline Svitras

Nascido em 1802 e falecido em 1885, Victor Hugo foi um dos mais importantes escritores em língua francesa, além de ter sido uma grande personalidade tanto na política quanto entre os intelectuais da época. Seu engajamento social é claro em suas obras mais conhecidas, Notre-Dame de Paris e Les Misérables, que versam sobre injustiças e problemas da sociedade francesa, buscando dar voz aos menos favorecidos.

 

O Corcunda de Notre Dame

Publicada por Victor Hugo em 1831, a obra Notre-Dame de Paris foi traduzida para o inglês e para o português fazendo referência ao mesmo personagem, Quasímodo, o Corcunda de Notre-Dame. Originalmente, o título tratava da principal e mais conhecida igreja na França, a Catedral de Nossa Senhora, em Paris. Quase todas as principais cenas do livro ocorrem na região da Catedral e o desenvolvimento dos personagens se dá nas redondezas do monumento. Além de tratar da religiosidade, do racismo e do preconceito e das diferenças sociais entre os personagens, a obra também fala dos tempos que mudavam na França – as grandes transformações culturais e sociais vividas no final do século XV.

 

Quer conferir mais análises literárias? Garanta a sua revista Conhecimento Prático – Literatura aqui.

Conhecimento Prático – Literatura Ed. 59

*José Augusto Carvalho é mestre em Linguística pela Unicamp e Doutor em Letras pela USP, é autor de um Pequeno Manual de Pontuação em Português e de uma Gramática Superior da Língua Portuguesa, ambos em segunda
edição pela Thesaurus e de Problemas e Curiosidades da Língua Portuguesa, recém-publicado (2014) pela Thesaurus Editora.