Cinco livros para se apaixonar por Literatura

Da Redação | Fotos: Reprodução

Já dizia aquela velha máxima: só não gosta de ler quem ainda não encontrou seu livro favorito. Mágico, aventureiro, romântico, assustador. O mundo da leitura é para todos, você é quem escolhe como ele vai ser. Confira nossa dica e prepare-se para emergir no universo incrível das letras.

 

As aventuras de Tom Sawyer, Mark Twain

Com tradução do texto integral da obra e ilustrações de True Williams, produzidas para a edição original, As Aventuras de Tom Sawyer é um romance com personagens icônicos, Huck, Jim e Tom, que elevou o romancista Mark Twain ao status de gênio. O livro é despretensioso em sua proposta de divertir o leitor com as artimanhas aventurescas de um garoto vivendo nos antigos rincões sulistas e escravocratas norte-americanos, às margens do rio Mississippi, que só quer gazetear, fugir das obrigações e ser, um dia, um grande pirata. Tom Sawyer, Huck e Jim são, até hoje, símbolos da esperteza e do encantamento das crianças com o mundo. Ao mesmo tempo simples e complexo, As Aventuras de Tom Sawyer desperta, há gerações, o universo infantil adormecido em todos nós.

 

A Torre Negra, C.S. Lewis

Por algum motivo, após a morte de C.S. Lewis, em 1963, seus irmãos resolveram pôr fogo nos manuscritos deixados pelo escritor. Porém, a sequência da Trilogia Cósmica, obra memorável de Lewis, foi salva. A Torre Negra saiu literalmente das cinzas, e vem completar um título que na época do lançamento, 1938, foi igualado apenas a O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien. A Torre Negra narra, mais uma vez, as aventuras espaciais de Ransom, ao lado de personagens igualmente conhecidos, como Orfeu e MacPhee.

 

O garoto do cachecol vermelho, Ana Beatriz Brandão

Sucesso editorial recente e primeiro romance nacional a falar sobre ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), o livro, já em quarta edição, está conscientizando os leitores em todo o país sobre essa síndrome rara e sem cura. Conta a história de uma talentosa bailarina, cuja personalidade forte e arrogante entra em choque ao conhecer Daniel, um rapaz misterioso, que a faz questionar suas convicções. Apesar da relutância no início e da relação complicada, surge uma paixão improvável, intensa e arrebatadora. É livro de estreia de Ana Beatriz Brandão, de apenas de 17 anos.

 

A lei dos puros: o poder da esperança, L.C. Del Rio

O primeiro volume de uma trilogia, conta a história de um grupo de brasileiros que lidera um movimento de resistência contra uma ditadura mundial. Ficção futurista a ação se passa por volta de 2060, quando um poder global terá se estabelecido na Terra, e dominará todas as sociedades do planeta, a partir de um evento denominado “O Manifesto de Berlim”. Esta série se apresenta repleta de duelos, combates, amor, aventura, tudo temperado com um toque sutil de humor, o que resulta em uma trama envolvente e contemporânea.

 

O ano da lebre, Arto Paasilinna

A história é uma instigante mistura de farsa, crise de meia-idade e livro de viagem, além de uma fábula sobre liberdade, compromisso e sobrevivência. Um jornalista, cansado da vida urbana, atropela uma lebre e o incidente se torna uma experiência transformadora para ele, que decide se libertar dos grilhões do mundo: larga o emprego, deixa a esposa, vende suas posses e parte em uma jornada pelas selvas finlandesas com sua nova companhia. Livro adaptado duas vezes para o cinema, em 1977 e 2006.

 

Para conferir mais dicas garanta a sua revista Conhecimento Prático – Literatura clicando aqui!

Conhecimento Prático – Literatura Ed. 70